Minha trilha sonora para o fim do mundo

Agora sim: para o mundo acabar, esta é a minha trilha sonora: o Requiem de Jean Gilles (1668-1705). Por favor, responsáveis pelo som ambiente do fim do mundo: sincronizem os eventos de tal forma que, quando as estrelas se apagarem, chegue exatamente na parte “Lux perpetua / Requiem aeternam (II)”. Começa em 18min30s. Obrigado.

E aqui está a parte I, para que possam escutar na ordem certa:

As versões antigas, com instrumentos modernos — como esta, com a orquestra de câmara Jean-François Paillard — são, na minha opinião, insuperáveis.

Muitas versões modernas, com instrumentos antigos, como a de Herreweghe com La Chapelle Royale, também estão disponíveis:

… porém esta eu já aprecio bem menos.

A versão da Netherlands Bach Society se ressente de uma pronúncia atroz para os nossos ouvidos latinos, todos os “u” vêm com trema:

E a versão de H. Niquet me parece excessivamente rápida:

Anúncios